Racha Clandestino Em Dourados Deixa Duas Mulheres Feridas, Uma Em Estado Grave

No último domingo (5), uma corrida clandestina em Dourados, a 251 km de Campo Grande, deixou duas mulheres feridas, uma delas em estado grave. O racha ocorreu nas avenidas Dom Redovino Rizzardo e Norte Sul, que dão acesso a condomínios de luxo na região norte da cidade.

I. Corrida clandestina em Dourados deixa duas mulheres feridas

No último domingo (5), uma corrida clandestina em Dourados, a 251 km de Campo Grande, deixou duas mulheres feridas, uma delas em estado grave. O racha ocorreu nas avenidas Dom Redovino Rizzardo e Norte Sul, que dão acesso a condomínios de luxo na região norte da cidade.

Vítimas do acidente

As vítimas do acidente foram identificadas como uma estudante de odontologia de 23 anos e sua amiga de 22 anos. A estudante estava dirigindo o carro quando foi atingida por um dos carros que participava do racha. Sua amiga, que estava no banco do passageiro, também ficou ferida.

Nome Idade Cidade
Estudante de odontologia 23 anos Dourados
Amiga 22 anos Nova Andradina

Investigações

A Polícia Civil está investigando o caso e já identificou os três motoristas envolvidos na corrida clandestina. Os envolvidos serão ouvidos na próxima semana e poderão responder por crime de trânsito.

II. Polícia investiga racha que deixou duas mulheres feridas em Dourados

Investigações preliminares

A Polícia Civil já identificou os três motoristas envolvidos na corrida clandestina que deixou duas mulheres feridas em Dourados, no último domingo (5). Os envolvidos serão ouvidos na próxima semana e poderão responder por crime de trânsito.

Nome Idade Cidade
Motorista do Cruze 26 anos Jardim Maracanã
Motorista do Civic 27 anos Jardim Flórida
Motorista do Virtus Não informado Não informado

Hipóteses sobre o acidente

A Polícia Civil ainda investiga as circunstâncias do acidente, mas a principal hipótese é que os motoristas estavam disputando um racha na Avenida Norte Sul, quando o Cruze bateu na lateral do Civic. Em seguida, o Cruze perdeu o controle, atropelou as duas mulheres e bateu na traseira do Etios, onde estava o menino de seis anos.

  • Disputa de racha
  • Alta velocidade
  • Falta de atenção

Os motoristas envolvidos no acidente não relataram à PM que se tratava de um racha, mas o plantão da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) foi avisado ainda na madrugada que o acidente havia ocorrido durante corrida clandestina. A disputa de racha é crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro.

III. Menino de seis anos estava em carro atingido por racha em Dourados

Criança estava no banco de trás do carro que foi atingido por um dos veículos que disputavam o racha

Um menino de seis anos estava no banco traseiro do carro que foi atingido por um dos veículos que disputavam o racha em Dourados, no último domingo (5). A criança estava acompanhada da mãe, uma estudante de odontologia de 23 anos, e da amiga dela, de 22 anos. As duas mulheres ficaram feridas, mas o menino saiu ileso.

A mãe do menino contou à polícia que elas estavam em uma conveniência quando os carros começaram a disputar o racha. Elas entraram no carro e tentaram sair do local, mas foram atingidas por um dos veículos.

  • Criança estava no banco de trás do carro atingido
  • Mãe e amiga da criança ficaram feridas
  • Menino saiu ileso

Câmera de monitoramento flagrou o momento em que a criança sai do carro

Uma câmera de monitoramento flagrou o momento em que a criança sai do banco traseiro do carro. Nas imagens, é possível ver o menino saindo do veículo e correndo em direção à calçada.

A polícia investiga o caso e já identificou os três motoristas envolvidos no racha. Os envolvidos serão ouvidos na próxima semana e poderão responder por crime de trânsito.

Nome Idade Cidade
Estudante de odontologia 23 anos Dourados
Amiga 22 anos Nova Andradina
Menino 6 anos Dourados

IV. Conclusão

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que já identificou os três motoristas envolvidos na corrida clandestina. Os envolvidos serão ouvidos na próxima semana e poderão responder por crime de trânsito.

Back to top button